PROCON Goiás divulga pesquisa de preços de brinquedos para o Dia das Crianças – 2017

Fonte: A A A

PROCON Goiás divulga pesquisa de preços de brinquedos para o Dia das Crianças

 destaque - dia das crianças

 

 

 

 

 

Reajuste nos preços médios anual foi de apenas 1,33%

Maior variação entre menor e maior preço foi de 132%

Presente ideal é aquele que agrada a criança e não desagrada o bolso

 

 

Considerada para os comerciantes como a quarta data mais importante, perdendo apenas para o Natal, Dia das Mães e Dia dos Namorados, o Dia das Crianças, comemorado no próximo dia 12 (quinta feira), prevê um volume maior de consumidores em busca do presente, principalmente no próximo final de semana. A expectativa para as entidades que representam o segmento é o primeiro crescimento das vendas em dois anos, quando o comércio registrou índices negativos.

 

Pensando justamente em auxiliar esses consumidores que vão às compras, o PROCON Goiás está divulgando uma pesquisa de preços com 85 (oitenta e cinco) produtos, coletados em 8 (oito) estabelecimentos da capital de forma a fornecer não apenas uma noção dos preços médios praticados, mas principalmente fornecer orientações para uma compra segura e sem dor de cabeça no pós-venda para os adultos e frustrações para os pequeninos.

 

Contudo, o alerta principal do PROCON Goiás é que o presente ideal seja aquele que além de atender ao gosto da criança, atentando às normas de segurança e adequado à faixa etária, esteja também adequado à saúde do bolso de quem vai presentear.

 

Brinquedos estão em média, 1,33% mais caros

 

A cada ano são incluídos no mercado novos tipos de brinquedos, por isso, muitos produtos desta pesquisa não figuraram na pesquisa realizada no ano passado.

Considerando os produtos que estão em ambas as pesquisas (2016 e 2017), é possível afirmar que, em média, os brinquedos estão 1,33% mais caros.

 

Ainda que a inflação oficial medido pelo IPCA/IBGE acumulado nos últimos dias não seja tão elevado, (2,37%), o aumento médio dos brinquedos está ainda menor que o índice da inflação no mesmo período de comparação.

 

Veja abaixo as reduções/aumentos médios individuais:

PRODUTOS MARCA PREÇO MÉDIO PREÇO MÉDIO VARIAÇÃO
    2016 2017  
Boneca Baby Alive – Hora do Xixi A9293 Hasbro  R$          157,45  R$          111,76 -29,02
Balde primeiros blocos – 10 bloco K7167 Fisher Price  R$           74,99  R$            59,96 -20,04
Jogo Monopoly Tradicional – 0009 Hasbro  R$          109,90  R$          102,81 -6,45
Quebra Cabeça Frozen 150 pçs 3223 Grow  R$           33,99  R$            41,49 22,07
Jogo Super Cara Cara 1001603100030 Estrela  R$          117,54  R$          159,97 36,10
Jogo Perfil Junior 2 – 1979 Grow  R$           69,97  R$            78,29 11,89

 

Variação entre menor e maior preço chega a 132%

 

Esta foi a maior variação encontrada pelo PROCON Goiás e refere-se ao Patins in Line – Kit capacete e joelheira – AD-02 da marca Fenix. O menor valor encontrado foi de R$ 129,00 e o maior chegando a R$ 299,99, variação de 132,55%.

 

A pesquisa de preços é muito importante, pois o valor de um mesmo produto idêntico, mesma marca e mesmo modelo, pode variar bastante. Veja outros exemplos na tabela abaixo:

 

PRODUTOS MARCA MENOR MAIOR VARIAÇÃO
    PREÇO PREÇO  
Patins In Line – Kit capacete e Joelh – Ad-02 Fenix  R$      129,00  R$      299,99 132,55
Boneca Polly fantasias de borboleta – DVJ75 Mattel  R$        89,99  R$      179,99 100,01
Jogo Eu Sou – 0018 Estrela  R$        59,90  R$      109,99 83,62
Bola basquete laranja Menor Preço  R$        39,90  R$        69,99 75,41
Boneco Hulk GD 457 Mimo  R$      199,99  R$      299,99 50,00
Skatenet Junior – 3 rodas – 348 Bandeirantes  R$      229,60  R$      339,00 47,65
Jogo Detetive 3D – 0069 Estrela  R$        89,90  R$      129,99 44,59
Balde Primeiros Blocos – 10 blocos – K7167 Fisher Price  R$        49,99  R$        69,90 39,83
Jogo Banco Imobiliário – Tradicional – 0019 Estrela  R$        99,90  R$      134,99 35,13
Quebra cabeça Frozen 150 pçs – 2226 Jak  R$        29,90  R$        39,99 33,75
Bicicleta aro 12 – Frozen – 2459 Bandeirantes  R$      324,54  R$      399,99 23,25
Jogo Twister – 98831 Hasbro  R$        99,90  R$      119,90 20,02
Massinha Play Doh – 4 unid – B6509 Hasbro  R$        24,99  R$        29,99 20,01
Tablet Play Kids – Process Intel and 5,1 cam DL  R$      299,00  R$      349,90 17,02

 

O que observar na hora de comprar o presente

 

  • Atenção aos itens de segurança do brinquedo

Após escolhido o presente, além de verificar a procedência do produto, esteja atento se o mesmo possui o selo do Inmetro, bem como a faixa estaria indicada para a criança. Estes cuidados devem ser observados pois garante a segurança da criança e indica que o produto foi fabricado e está sendo comercializado de acordo com as normas técnicas de segurança.

 

  • Evite produtos de mercado informal

Comprar o presente em mercado formal é muito importante não apenas para garantir a saúde e segurança da criança, como também resguardar os direitos enquanto consumidor caso tenha problemas com o produto. Produtos comercializados em mercado popular e ambulantes, de maneira “informal”, apesar de serem em sua maioria mais baratos, podem trazer sérios problemas aos usuários do brinquedo.

 

  • Teste do produto e verificação de peças pode evitar transtornos

Se para um adulto, adquirir um produto que não funciona adequadamente já é um transtorno, imagina a reação de uma criança ao receber um brinquedo sem poder utilizar?! Portanto, sempre que possível, verifique se não está faltando peças e, inclusive, o funcionamento do brinquedo. Caso não seja possível, converse com o vendedor da possibilidade de troca caso o mesmo apresente problema. Se a opção for acordada, deverá ser cumprida. Pois caso esses cuidados não sejam tomados e chegando em casa seja constatado problema no produto, além de frustrar a criança, o produto deverá ser encaminhado à assistência técnica para reparo, pois o comerciante não é obrigado a efetuar a troca, de acordo com as normas do CDC.

 

  • Produtos importados obedecem às mesmas regras dos nacionais

As regras aplicadas aos produtos nacionais, também vale para os importados. Neste caso, o manual deve trazer em português e em linguagem clara e precisa, todas as informações sobre o produto, regra de montagem, modo de usar, etc, bem como a identificação do fabricante ou importador e o respectivo CNPJ, dados essenciais para abertura de reclamação junto aos órgãos de defesa do consumidor, caso seja necessário.

 

Para acessar o relatório da pesquisa clique aqui.

Para acessar a planilha de preços clique aqui.

Para visualizar arquivos em PDF, use ou instale o Adobe Reader

Fonte: A A A
Publicado em 05/10/2017 | |

Compartilhe

Fechar Acessibilidade