Procon Goiás discute reembolso de ingressos da partida contra o Flamengo durante reunião com Goiás Esporte Clube

Procon Goiás discute reembolso de ingressos da partida contra o Flamengo durante reunião com Goiás Esporte Clube

Goiânia, 5 de novembro de 2019 – Durante reunião realizada na manhã desta terça-feira (5/11), na sede do Procon Goiás, representantes do Goiás Esporte Clube (G.E.C.) detalharam as providências que estão sendo tomadas para reembolsar os torcedores que não conseguiram entrar no Estádio Serra Dourada para assistir à partida entre Goiás e Flamengo no último dia 31 de outubro.

Participaram da reunião o superintendente do Procon Goiás, Wellington de Bessa, gerentes de Atendimento e de Fiscalização do órgão, além do diretor do Departamento Jurídico do G.E.C, João Vicente Pereira Morais, e do coordenador de eventos do, Aledino Montes, além de representantes da empresa Meu Bilhete.

O Procon Goiás recebeu várias ligações na última sexta (1º/11) de consumidores pedindo orientações sobre como conseguir o dinheiro de volta. Até o momento, apenas uma reclamação foi registrada.

“Já na sexta de manhã (1º/11), entramos em contato com o Goiás e Meu Bilhete, que manifestou imediato interesse em resolver esse problema, se comprometendo a restituir os valores dos consumidores que se sentiram  lesados e o objetivo da reunião ocorrida hoje foi justamente acompanhar se esses valores estão sendo devolvidos”, afirma o superintendente Wellington de Bessa.

Ele acrescenta: “Foi possível verificar que o Goiás está recepcionando esses pedidos, dando as devidas tratativas, o que será objeto de acompanhamento por meio de uma fiscalização”.

De acordo com o diretor do Departamento Jurídico do G.E.C, João Vicente Pereira Morais, cerca de 240 consumidores já entraram em contato com o clube para solicitar reembolso, seja nos postos presenciais ou via atendimento on-line da empresa Meu Bilhete.

Na ocasião, João Vicente negou a superlotação do estádio, situação que pode ser comprovada pelo borderô da partida. Ao todo, foram vendidos 38.345 bilhetes, sendo que a capacidade do Estádio Serra Dourada é de 42.049 lugares.

Segundo ele, não há como precisar o quantitativo de consumidores que ficaram de fora, uma vez que não se pode contabilizar os bilhetes comercializados pelos cambistas e também consumidores residentes em outros estados que não compareceram.

Ele afirmou, durante a reunião, que a Polícia Militar tomou a decisão de fechar os portões de acesso ao Serra Dourada por uma questão de segurança, para evitar tumulto, visto que o número de ingressos colocados à venda pelo Flamengo se esgotou no dia anterior à partida e que a bilheteria do clube rubro-negro estava fechada no momento do jogo.

Ainda relatou que uma parcela dos torcedores tentou ingressar no estádio passando pelas catracas do lado do time adversário e foi barrada. Outro quantitativo de torcedores foi barrado ao tentar ingressar com a meia entrada sem portar a carteira de estudante ou documento de identificação que validasse o direito ao benefício.

Reembolso

Os representantes do Goiás informaram os meios de reembolso durante a reunião. De acordo com o Goiás, o torcedor que fez a compra on-line deve enviar e-mail para contato@meubilhete.com e informar o número do bilhete e CPF. O estorno do valor será realizado através de cartão de crédito ou débito no prazo de até 5 dias úteis.

Já o consumidor que comprou ingresso na bilheteria deverá preencher um formulário com seus dados pessoais e anexar a cópia do ingresso. O documento deve ser entregue no Departamento Jurídico ou enviado por e-mail para: emanuelle.vargas@goiasec.com.br, ouvidoria@goiasec.com.br ou secretaria@goiasec.com.br.

O Goiás afirmou que fará o ressarcimento de apenas um ingresso por cada CPF. No entanto, como havia limitação de compra de até cinco ingressos por CPF, nos casos de aquisição de mais de um bilhete, o consumidor deverá fazer a vinculação dos dados pessoais dos demais consumidores (familiares, amigos, etc) no próprio formulário.

Em relação ao ressarcimento de despesas relacionadas à partida, cada caso será analisado individualmente. De acordo com João Vicente, a intenção é resolver os problemas administrativamente.

Compartilhar:

Comunicado

O Procon Goiás informa que ampliará a capacidade de seus canais de atendimento por telefone e pela internet a partir desta quarta-feira (18/3).

O Procon Goiás esclarece que o número de linhas telefônicas e o horário de atendimento serão ampliados (7h às 19h) e os servidores do atendimento presencial serão todos remanejados para fortalecer esses canais de atendimento.

O atendimento presencial ao público na sede do órgão (Rua 8, Centro de Goiânia) será suspenso pelo prazo de 15 dias, de forma preventiva, para evitar a transmissão do coronavírus.

Canais de atendimento:
Telefone: 151 – ou (62) 3201-7124
Internet: proconweb.ssp.go.gov.br