Procon Goiás intermedeia reunião com representantes do Sindimagem e da Enel

Goiânia, 1º de outubro de 2021 – O Procon Goiás intermediou, na manhã desta sexta-feira (1º/10), uma reunião virtual entre representantes da distribuidora de energia Enel e do Sindicato das Clínicas Radiológicas, Ultra-Sonografia, Ressonância Magnética, Medicina Nuclear e Radioterapia no Estado de Goiás (Sindimagem).

No último dia 21 de setembro, a entidade enviou ofício ao órgão de defesa do consumidor solicitando a reunião. No documento, o Sindimagem relata que “as clínicas radiológicas e de diagnóstico por imagem goianas estão sofrendo o impacto negativo das constantes interrupções no fornecimento e oscilações da tensão da energia elétrica fornecida pela Enel.”

De acordo com o sindicato, o problema provoca a interrupção de exames e a queima de equipamentos. Após as considerações do Sindimagem e do Procon Goiás, a Enel se comprometeu a avaliar quais medidas podem ser tomadas para corrigir as falhas de fornecimento de energia que comprometem o funcionamento das clínicas, além de disponibilizar um funcionário que atenda essas demandas, entre outras.

O superintendente do Procon Goiás, Alex Augusto Vaz Rodrigues, destaca que todos os consumidores que forem prejudicados pela interrupção no fornecimento de energia devem entrar em contato com o Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) da Enel e caso não consigam resolver o problema, devem acionar o Procon Goiás.

“Vamos apurar cada caso e se a empresa não cumprir com o que prevê a legislação responderá a um processo administrativo, que culmina na aplicação de uma multa que pode chegar a R$ 10 milhões pela má prestação do serviço”, afirma Alex.

Compartilhar: