Procon Goiás orienta consumidores a evitar transtornos durante a greve dos Correios

Atraso na entrega de correspondências não isenta população da cobrança de juros e multas

Goiânia, 12 de setembro de 2019 – A greve parcial dos Correios, deflagrada na noite desta terça-feira (10/9) durante Assembleia Geral dos trabalhadores, pode causar atrasos na entrega das correspondências e gerar transtornos aos consumidores.

No entanto, o Procon Goiás esclarece que o eventual não recebimento de boletos bancários, fatura do cartão de crédito ou outro tipo de cobrança antes do prazo de vencimento não retira do consumidor a obrigação de efetuar o pagamento. E vale ressaltar que o consumidor arcará, inclusive, com juros e multas relacionados à conta.

O Procon Goiás recomenda que o consumidor entre em contato com a empresa credora e solicite uma segunda opção de pagamento. Essa medida é para evitar aborrecimentos, como cobrança de eventuais encargos, negativação do nome ou cancelamento do serviço.

Várias dúvidas surgem nesse momento. Pensando nisso, o Procon Goiás enumera as dúvidas mais frequentes :

  • Pagamentos mensais de boleto

Fiquem atentos com a validade dos seus boletos, é necessário que você tenha um controle de quais são as prestações que devem ser liquidadas mensalmente. Caso seu boleto não seja entregue antes do vencimento, deverá entrar em contato com a empresa credora, pois ela tem o dever de garantir outras formas de acesso ao boleto, como por exemplo: envio da segunda via por e-mail ou fax, código de barras, prorrogação do vencimento ou outra forma que o consumidor entender mais fácil.

No caso da empresa não providenciar o envio da fatura requerida pelo consumidor, este poderá procurar o  Procon para registrar o ocorrido e buscar a solução do problema, pois a existência da greve não o isenta de pagamento até a data do vencimento.

  • Contratação de serviços

Se a contratação tiver sido feita diretamente com os Correios – Sedex 10 ou carta registrada, e não chegar  no prazo estipulado, é direito do consumidor o ressarcimento.

Aqueles que precisam enviar encomendas ou correspondências com urgência, e forem afetados com esta paralisação dos correios, devem optar por outros serviços de entregas.

  • Compra de produtos à distância

As agências dos Correios são apenas intermediárias. Assim, o vendedor do produto deve garantir a entrega no prazo anunciado, contratando, por exemplo, uma transportadora. Caso não seja feito, o consumidor tem direito de cancelar a compra em até 7 dias.

No caso de dúvidas, denúncias ou reclamações, entre em contato com o Procon Goiás por meio dos canais abaixo:

Presencial: Realizado na sede do Procon Goiás, localizada na Rua 8, nº 242, Setor Central, em Goiânia; e também nas unidades de atendimento do Vapt Vupt.

Internet: Disponível através da plataforma ProconWeb: https://proconweb.ssp.go.gov.br.

Telefone: Moradores do município de Goiânia podem entrar em contato através do Disque Denúncia (151). Já os moradores do interior devem ligar para o número (62) 3201-7124.

Assessoria de imprensa

Compartilhar: