PROCON Goiás divulga pesquisa de preços de hortifruti

PROCON Goiás divulga pesquisa de preços de hortifruti

 

► Foram realizadas duas visitas em cada estabelecimento, sendo uma em dia de preço normal e outra em dia de promoção de hortifruti;

► Variação entre menor e maior preço chega a 984%

► Economia na compra em dias de promoção pode chegar a 85%

► Alerta: Em dias de promoção, alguns produtos pode estar até 400% mais caros que em dias habituais

 

 

A grande maioria dos supermercados estabelece um ou mais dias da semana para comercializarem produtos de hortifruti com preço promocional. Desta forma, com intuito de avaliar a economia que a dona de casa pode conseguir ao priorizar esses dias da semana, técnicos do PROCON Goiás visitaram entre os dias 03 e 17 de setembro, 13 (treze) estabelecimentos da capital, verificando os preços de 51 (cinqüenta e um) itens como frutas, verduras e legumes.

 

As visitas ocorreram em dois dias da semana, uma em dia habitual, ou seja, com preços normais e outra visita ocorreu em dia de promoção de promoção de hortifruti. Após a conclusão e análise detalhada dos dados coletados, foi possível identificar uma prática comum em quase todos os estabelecimentos visitados: a identificação, em dias de promoção, de alguns produtos com preços mais elevado que os praticados em dias normais. Ou seja, se a dona de casa não ficar atenta aos produtos de fato anunciados, a economia conseguida na compra de alguns itens pode acabar ficando ali mesmo, no próprio supermercado.

 

Variações entre menor e maior preço em dias normais

 

Em dias normais, os preços praticados entre os estabelecimentos visitados podem variar até 984%. É o caso, por exemplo, do quilo do jiló, cujos preços variaram entre R$ 1,19 e 12,90.

 

Veja outras variações:

 

    MENOR MAIOR VARIAÇÃO
PRODUTOS UM PREÇO PREÇO %
         
Jiló Kg  R$  1,19  R$ 12,90 984,03
Pera Willians kg  R$  1,99  R$ 13,19 562,81
Repolho verde kg  R$  0,99  R$  5,59 464,65
Couve-flor Um  R$  2,49  R$ 12,90 418,07
Inhame kg  R$  1,98  R$  9,95 402,53
Abobrinha verde kg  R$  1,99  R$  9,90 397,49
Berinjela kg  R$  1,49  R$  6,99 369,13
Cebola kg  R$  0,58  R$  2,69 363,79
Batata Inglesa kg  R$  0,69  R$  2,98 331,88
Pepino Comum kg  R$  1,89  R$  7,99 322,75
Banana Maçã kg  R$  1,59  R$  6,48 307,55
Tomate kg  R$  0,99  R$  3,99 303,03
Alho a granel kg  R$  6,90  R$ 14,90 115,94
Mamão Papaya kg  R$  3,95  R$  6,99 76,96

 

 

 

 

 

Preços habituais x preços promocionais: economia pode chegar a 85%

 

Antes de comprar produtos em dias de promoção de hortifruti, é muito importante ter uma noção prévia dos preços praticados em dias normais para poder avaliar quais produtos podem estar com preços mais vantajosos. No entanto, caso não tenha essa noção, o importante mesmo é dar preferência “apenas” para os produtos que estão anunciados com preços promocionais.

 

Neste caso, priorizando os produtos que estão em promoção, a economia pode ser significativa em alguns produtos. É o caso, por exemplo, do quilo do tomate que em dias habituais é vendido a R$ 3,99 e em dias normais cai para R$ 0,59, economia de 85,21%.

 

Veja outros exemplos de economia:

 

    DIA DIA ECONOMIA  
PRODUTOS UM NORMAL PROMOÇÃO % ESTABELECIMENTO
    R$      
Batata Inglesa Kg  R$  1,59  R$        0,49 -69,18 Pró-Brazilian
Cebola kg  R$  1,58  R$        0,28 -82,28 Wal Mart
Tomate kg  R$  3,99  R$        0,59 -85,21 Hiper Moreira
Inhame kg  R$  9,95  R$        2,95 -70,35 Assai
Banana Prata kg  R$  6,98  R$        0,98 -85,96 Extra
Banana Maçã kg  R$  3,99  R$        0,69 -82,71 Barão
Pepino kg  R$  2,78  R$        0,99 -64,39 Tatico
Alho a granel kg  R$ 12,19  R$        6,80 -44,22 Carrefour
Brócolis kg  R$  3,99  R$        1,99 -50,13 Rede Store
Couve kg  R$  1,95  R$        0,99 -49,23 Atacadão
Chuchu kg  R$  3,49  R$        1,49 -57,31 Pratiko
Beterraba kg  R$  2,49  R$        0,99 -60,24 Bretas
Maça Fuji kg  R$  7,69  R$        3,99 -48,11 Supermercado Leve

 

Alerta: Dia de promoção não significa que todos os produtos estão com preços reduzidos

 

Ao priorizar a compra de itens de hortifruti em dias de promoção, caso não tenha conhecimento prévio dos preços praticados em dias normais, dê preferência aos produtos que estão anunciados e ofertados com preço promocional.

 

Após a análise dos dados relativos às duas visitas, ficou constatado que em dias de “promoção”, alguns produtos chegam a ficar até 402% mais caros que os preços praticados em dias normais. É o caso, por exemplo, do quilo da Pera Willians, cujo preço em um supermercado é de R$ 1,99 em dia normal e R$ 9,99 em dia promocional.

 

Veja outros exemplos:

 

    DIA DIA PREJUÍZO
PRODUTOS UM NORMAL PROMOÇÃO %
    R$    
Pera Williams Kg  R$  1,99  R$        9,99 402,01
Alface pt  R$  2,29  R$        4,59 100,44
Couve pt  R$  2,69  R$        4,99 85,50
Ovos Branco dz  R$  3,79  R$        6,79 79,16
Abobrinha verde kg  R$  3,98  R$        5,98 50,25
Batata doce kg  R$  2,29  R$        3,29 43,67
Chuchu kg  R$  1,98  R$        2,77 39,90
Cenoura kg  R$  1,49  R$        1,99 33,56
Limão Taiti kg  R$  3,99  R$        4,99 25,06

 

 

Cuidado para que a economia não fique no próprio estabelecimento

 

Simulamos um exemplo prático, com base nos preços praticados em um estabelecimento em dia normal e em dia de promoção. Na compra de um quilo de cenoura, beterraba, maçã, banana prata e manga, a economia em dia de promoção apenas nesses cinco itens chega a R$ 8,70. No entanto, ao levar pra casa também um pacotinho de Brócolis que em dia normal custa R$ 6,16 e em dia de promoção, R$ 14,99, a economia conseguida será substituído pelo prejuízo verificado nesse produto (R$ -8,83).

 

Orientações gerais

 

O PROCON Goiás explica que, ainda que alguns produtos estejam com preços maiores que os praticados em dias habituais, desde que tais produtos não estejam anunciados e ofertados com preços promocionais, não configura prática abusiva.

 

O órgão ainda orienta os consumidores a observarem quais itens estão anunciados com preços promocionais e que deem prioridade a eles, caso o consumidor não tenha a noção dos preços praticados em dias normais.

 

Dar preferência para os produtos da época e da região também pode significar economia no bolso, além de serem mais frescos e mais saudáveis.

 

Se a compra não se limitar apenas aos produtos de hortifruti, tenha sempre o hábito de fazer uma lista dos produtos antes de sair de casa e estipular um valor máximo que poderá ser gasto na compra. Com a ajuda de uma calculadora, vá colocando no carrinho primeiramente os produtos que não podem faltar, contabilizando seus valores e, assim, poderá avaliar quanto poderá ser gasto ainda com os produtos considerados “supérfluos”, sem extrapolar o orçamento prévio estabelecido.

 

Para acessar o relatório da pesquisa clique aqui

Para acessar a planilha de preços clique aqui

 

Compartilhar: